barra

A importância do Endomarketing na relação organização e colaborador.

Uma vez que decidimos abordar o Endomarketing, o propósito foi mostrar a sua importância nas organizações, demonstrar no conceito e na prática as vantagens do marketing interno, despertando nos colaboradores o compromisso e a lealdade junto à organização em que trabalham. Fidelizar uma parceria na busca pelos mesmos propósitos, construindo um ambiente de trabalho motivador e harmonioso, onde o respeito mútuo é a base para o sucesso pessoal e profissional do colaborador, bem como o crescimento e desenvolvimento da organização no mercado em que atua. Diante desse estudo podemos perceber o quanto o Endomarketing pode responder positivamente aos resultados obtidos em cada organização que o aplica, uma vez que ele pode ser diretamente responsável por melhores resultados na produção, no faturamento e principalmente na retenção de clientes interno e externo. De acordo com os resultados já comprovados, motivar os gestores a aplicar essa ferramenta na organização, diversificando a prática tradicional por uma realidade intensa e inovadora, propicia uma gestão voltada a humanização do cliente interno, que resulta em avanços significativos para a organização.


FACULDADE ANHANGUERA DE RIO CLARO
ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS




A importância do Endomarketing na relação organização e colaborador.



Jenifer Cristina Praxedes
Thais Tarcilia Marafon




Rio Claro – SP
Novembro de 2010
Jenifer Cristina Praxedes
Thais Tarcilia Marafon


A importância do Endomarketing na relação organização e colaborador.

Trabalho de conclusão apresentado ao Curso de Administração de Empresas da Faculdade de Rio Claro da Anhanguera Educacional, como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Administração de Empresas.

Orientador: Prof. Esp. Maurici Scarpari










Rio Claro - SP
Novembro 2010

Jenifer Cristina Praxedes
Thais Tarcilia Marafon

A importância do Endomarketing na relação organização e colaborador.


Aprovado em: / /
Nota:______________
Banca Examinadora:

___________________________________
Prof:
___________________________________
Prof:
___________________________________
Prof:

Rio Claro - SP
Novembro 2010



Dedicamos este trabalho àqueles que têm nos acompanhado com paciência e dedicação: aos nossos pais, parentes, amigos, a Danilo Hoffmann proprietário da Vermelha Propaganda, enfim todos que acreditaram em nosso potencial incentivando-nos; e que estiveram presentes nos momentos bons e também naqueles mais difíceis.



Agradecemos por mais uma etapa na caminhada da vida que está sendo vencida e, neste momento, jamais poderíamos deixar de agradecer àqueles que de algum modo fizeram parte dela: A Nossa Senhora Aparecida que sempre intercedeu a Deus. E a Deus que nos concedeu a vida, e nos proporcionou a construção de nossa amizade, que através de laços firmes e verdadeiros formou-se essa dupla que buscando os mesmo ideais, realizamos mais um sonho em nossa vida.



PALAVRAS-CHAVE: marketing interno, compromisso, lealdade, colaborador.


ABSTRACT

Once we decided to approach the Internal Marketing, the purpose was to show its importance in organizations, demonstrating the concept and in practice the benefits of internal marketing, raising employees` commitment and loyalty with the organization they work for. Retain a partnership in the search for the same purposes, building a motivating working environment and harmonious, where mutual respect is the basis for personal and professional success of the employee and the organizations` growth and development in the market it serves. Given this study we can see how the Internal Marketing can respond positively to the results obtained in each organization that applies, since it can be directly responsible for better results in the production, sales and customer retention especially in internal and external. According to the results already proven to motivate managers to implement this tool in the organization, diversifying the traditional practice by an intense and innovative reality, provides a management turned the humanization of the internal customer, which results in significant improvements for the organization.

KEY-WORDS: Internal Marketing, commitment, loyalty, employee.






LISTA DE FIGURAS


Figura 1. INFORMATIVO DA VERMELHA 25
Figura 2. FRASE MOTIVACIONAL NO SISTEMA DA VERMELHA______ 26


















SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO 10
2. JUSTIFICATIVA 11
3. METODOLOGIA 12
4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 12
4.1 Marketing 12
4.2 Gestão de Pessoas 14
4.3 Comportamento Organizacional 14
4.4 Fatores do Ambiente 15
5. SATISFAÇÃO E STRESS NO AMBIENTE DE TRABALHO 15
5.1 Satisfação 15
5.2 Baixo Compromisso Organizacional 16
5.3 Motivação 16
5.4 Motivação Interna 16
6. ENDOMARKETING 17
7. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 19
7.1 História 20
7.2 Identidade Visual 21
7.3 Serviços 22
7.4 Situação Atual da Empresa 23
7.5 Problemas Encontrados na Empresa 24
8. PROPOSTA DE UM PROGRAMA DE ENDOMARKETING PARA AGÊNCIA
VERMELHA PROPAGANDA 24
8.1 Resultados Esperados com a aplicação do Endomarketing 27
9. CONSIDERAÇÕES FINAIS 28
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 29



1. Introdução

A influência do Endomarketing dentro de uma organização destaca a relação entre ela e seu colaborador que é seu cliente interno.
Hoje, as organizações devem ter consciência que os colaboradores são peças chave e fundamentais para qualquer atividade desenvolvida dentro da empresa, sendo assim, merecem o respeito e o reconhecimento por parte da organização, para que ele sinta-se importante e seu comprometimento cresça a cada dia, atingindo seus objetivos pessoais e profissionais.
A participação dos clientes internos nas tomadas de decisões e na contribuição para melhorias faz com que ele tenha um compromisso maior, buscando ascensão; o que pode influenciar significativamente nos resultados esperados.
O clima organizacional onde está incluso o Endomarketing é de satisfação, pois trabalham envolvidos, onde todos os problemas se tornam problemas de todos e estão sempre dispostos a buscar soluções que satisfaçam a todos.
Uma organização pode ter um bom marketing, um excelente produto, bons lucros, um nome de reconhecimento no mercado, estrutura física e tecnológica avançada, mas de nada adianta se não houver um marketing interno promovendo a satisfação e orgulho no colaborador, para que ele desenvolva-se positivamente, atingindo bons resultados.








2. Justificativa

O tema escolhido é considerado extremamente importante, pois é abrangente e envolve o coração das organizações, ou seja, os clientes internos, que nos dias de hoje são peças fundamentais, desde que estejam motivados e comprometidos com a organização em que trabalham.
Dessa forma esse estudo pode contribuir positivamente com qualquer organização, seja ela de pequeno, médio ou grande porte e atuante em qualquer ramo, desde que esteja disposta a melhorar seu ambiente interno tornando-o agradável e ideal, de modo que, seus colaboradores trabalhem satisfeitos e busquem objetivos em comum, atingindo e superando metas.
Para graduandos, alunos, ou mesmo interessado é um projeto apaixonante, pois trata da valorização do que temos de mais importante, os seres humanos. Esse tema é envolvente porque fazemos parte dele e estamos dispostos a defender nossas opiniões, impor respeito, e trabalhar nas organizações que saibam valorizar nosso potencial, para que dessa forma possamos contribuir para que ela cresça e destaque-se no mercado de trabalho, e assim possamos crescer e desenvolver-se juntos.
Dentro das Instituições de Ensino é um tema atual que pode levar os alunos a terem uma nova visão de organização, que reconheçam a importância do ambiente de trabalho ideal, que auxiliem o estudo com a prática desenvolvendo essa ferramenta na organização em que trabalham, e mais, para os futuros administradores que aprendam o quanto é fundamental valorizar e acreditar nas pessoas, para que possamos conhecer a verdadeira gestão de pessoas, partindo de um princípio de reconhecimento, solidariedade e contribuição, tornando assim uma gestão de sucesso em nossas futuras carreiras profissionais, valorizando a nossa graduação, a instituição em que fazemos partes e o nosso modo de liderar.



3. Metodologia

A busca de conhecimento do tema proposto desperta as necessidades de leituras de livros, artigos, busca de teses de doutorado relacionadas ao assunto para que agregassem maior conhecimento e possibilite o desenvolver do trabalho. A observação e análise do ambiente interno de uma organização onde proporciona o conhecimento prático de seu funcionamento e agrega maior realidade ao trabalho.

4. Fundamentação teórica

4.1 Marketing

Existem várias definições para o marketing nos livros especializados no assunto. Essas definições trazem a essência do marketing, que é o desenvolvimento de trocas em que organizações e clientes participam voluntariamente de transações destinadas a trazer benefícios para ambos.

Segundo Philip Kotler (2007, p.4):

Hoje, o marketing não deve ser entendido no velho sentido de efetuar uma venda – “mostrar e vender” -, mas no novo sentido de satisfazer as necessidades dos clientes. Se o profissional de marketing entender as necessidades dos clientes, desenvolver produtos e serviços que ofereçam valor superior e definir preços, distribuir os produtos e promovê-los de maneira eficiente, esses produtos serão vendidos com facilidade. Na verdade, de acordo com o guru da administração Peter Drucker . “O objetivo do marketing é tornar a venda desnecessária”. Vendas e propagandas são apenas peças de um “mix de marketing” – um conjunto de ferramentas de marketing que operam juntas para satisfazer as necessidades dos clientes e construir relacionamentos com eles.
Definindo de maneira geral, o marketing é um processo administrativo e social pelo qual indivíduos e organizações obtêm o que necessitam e desejam por meio da criação e troca de valor com os outros. Em um contexto mais específico dos negócios, o marketing envolve construir relacionamentos lucrativos e de valor com os clientes. Assim, definimos marketing como o processo pelo qual as empresas criam valor para os clientes e constroem fortes relacionamentos com eles para capturar seu valor em troca.

Já para Marcos Cobra (2009, p. 3):
“A essência do marketing é um estado de mente. Em marketing os profissionais de negócios adotam o ponto de vista do consumidor. E essas decisões são apoiadas com base no que o cliente necessita e deseja.”
A troca é o conceito central do marketing, ou seja, uma pessoa oferece dinheiro para ter a posse de um produto ou adquirir um serviço. A troca pode ser também não monetária. O pescador troca um peixe por farinha.
A troca existirá desde que ao menos duas pessoas estejam negociando.
A transação ocorre desde que haja um acordo de valor, de condições e de local de fornecimento do bem ou serviço.
A essência do marketing é um estado de mente. E, portanto, as decisões em marketing adotam o ponto de vista do consumidor. As decisões mercadológicas são dirigidas para atender necessidades e desejos dos consumidores. A teoria de marketing está longe de ser uma ciência exata, mas guarda preciosas informações de áreas que se apoiam de um lado em patamares científicos como estatísticas, matemática, antropologia, psicologia, sociologia e, de outro lado, usa a arte expressa pelo design de produtos, embalagens, logotipos, propagandas etc.

Portanto marketing não é ciência e nem arte, mas utiliza ferramentas oriundas dessas áreas para elaborar produtos com base em informações sobre o comportamento dos consumidores.




4.2 Gestão de pessoas

O administrador na área de gestão de pessoas exerce uma atividade muito importante para o sucesso do Endomarketing, tendo em vista que é ele o responsável pelo planejamento, organização, direção e controle do setor pessoal de uma organização.

A Administração de Recursos Humanos ajuda o administrador a desempenhar todas essas funções com a colaboração e empenho de sua equipe, pois são juntos que conseguirão executar as tarefas e alcançar as metas e objetivos. (Chiavenato, 2004).

As empresas dependem de seus colaboradores para manterem-se competitivas no mercado. Precisam contar com pessoas capazes e dispostas a trabalharem. Assim, a gestão de pessoas tem a missão de suprir a empresa com funcionários capacitados e garantir que eles tenham um ambiente de trabalho em que possam exercer suas funções satisfeitos e motivados.

4.3 Comportamento organizacional

Já em relação ao comportamento organizacional destacam-se os conceitos dos seguintes autores:
Segundo Eduardo Soto (2005, p.08) O comportamento organizacional relaciona-se com um conjunto de conceitos fundamentais que giram em torno da natureza das pessoas e das organizações.
O comportamento organizacional refere-se aos atos e atitudes das pessoas nas organizações. O campo do comportamento organizacional estuda esses atos e atitudes, e compreende uma série de teorias e modelos independentes. Eduardo Soto. (2005, p.27)
Para Wagner III John A. (2006, p. 06) Comportamento organizacional (CO) é um campo de estudo voltado a prever, explicar, compreender e modificar o comportamento humano no contexto das empresas.
Stephen P. Robbins (2005, p.06) apresenta que:
O comportamento organizacional é um campo de estudos que investiga o impacto que os indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dentro das organizações, com o propósito de utilizar esse conhecimento para promover a melhoria da eficácia organizacional.


4.4 Fatores do ambiente

Para Eduardo Soto (2005, p.38) O ambiente marca fortemente nossa personalidade. Por exemplo, a cultura estabelece normas, atitudes e valores que passam de uma geração a outra e que são consistentes com o tempo.

5. Satisfação e stress no ambiente de trabalho
5.1 Satisfação

Segundo Wagner III John A (2006, p. 121) Satisfação no trabalho é “um sentimento agradável que resulta da percepção de que nosso trabalho realiza ou permite a realização de valores importantes relativos ao próprio trabalho”.
Já o Stress é um estado emocional desagradável que ocorre quando as pessoas estão inseguras de sua capacidade para enfrentar um desafio percebido em relação a um valor importante.
[...] o stress surge da interação entre as pessoas e suas percepções de ambiente [...] Wagner III John A (2005, p. 122).

5.2 Baixo compromisso organizacional

Para Wagner III John A (2005, p.25):
A insatisfação também é uma causa maior de declínio do compromisso organizacional, o grau com que as pessoas se identificam com a organização que as emprega. Compromisso implica vontade de investir uma grande dose de esforço em favor da organização e intenção de ficar muito tempo na empresa.

5.3 Motivação

A motivação são forças que dirigem e sustentam os esforços de uma pessoa. Todo comportamento, exceto reflexos involuntários como o piscar de olhos é motivado.

Logo, o programa de Endomarketing deverá ser motivador, estimular os envolvidos a dirigir-se em caminho das mudanças, vitórias, conquistas e resultados.

Segundo Robbins Stephen P (2005, p.72) É o processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços de uma pessoa em relação ao alcance de uma determinada meta.

5.4 Motivação Interna

Para, Gustavo G. Boog (2001) ela caracteriza-se pelo conjunto de percepções que o indivíduo tem sobre sua existência, como ele valoriza e gosta dos próprios pensamentos e comportamentos, como sua autoestima propicia ações para sua felicidade, como ele mesmo reconhece seus atos e valoriza-se.
O processo motivacional individual busca a manutenção do equilíbrio.
Quando algo que acontece no ambiente é interpretado de forma surpreendente pelo individuo é o seu mecanismo motivacional que procura manter e recuperar um nível aceitável de equilíbrio dinâmico que maximiza o prazer e minimiza o desprazer.


6. Endomarketing

É toda e qualquer ação de marketing voltada para a satisfação e aliança do público interno, com o intuito de melhor atender aos clientes externos.
Segundo Bekin (1995):
o “Endomarketing” é a extensão da clássica função do marketing só que voltada para dentro da organização, a qual o autor define como as “ações de marketing voltadas ao público interno da empresa” a fim de promover, entre seus funcionários e os departamentos, valores destinados a servir o cliente.
[...] em Endomarketing, o sentido do marketing voltado para uma ação interna aparece explicitamente. O sentido de algo voltado para dentro, de interiorização, está no próprio significado de endo. Aí temos a palavra grega éndon, que significa ´em, para dentro, dentro de´, exprimindo a posição ou ação no interior de algo, o movimento de algo que caminha para dentro de si mesmo.

Já para Wilson Cerqueira (1994):
[...] em primeiro lugar, o termo Endomarketing. A palavra em si significa marketing pra dentro, que se torna muito vago devido à abrangência do marketing.
De forma genérica, os sistemas de Endomarketing consistem num conjunto de processos, projetos ou veículos de comunicação integrada que permite a venda e a consolidação de uma nova imagem para dentro da empresa.
Os sistemas de Endomarketing visam à difusão de uma linguagem cultural própria e homogênea em toda a empresa, para todos os seus funcionários, independentemente de nível hierárquico. A base dessa linguagem é um conjunto de valores estabelecidos por eles próprios e aceitos como necessários e bons para regular a relação das pessoas entre si e com a própria organização.

Observa-se que Endomarketing é toda ação voltada para a área interna da organização, empreender os funcionários é o desenvolver de técnicas e projetos que estabeleçam a base cultural do comprometimento. Essas técnicas e projetos dispõem de: manutenção de um clima ideal de valor e reconhecimento das pessoas, favorecendo a obtenção de maiores níveis de produtividade e qualidade, redução de custos, eliminação de conflitos e insatisfações, melhoria no relacionamento interpessoal, ou seja, são técnicas voltadas e desenvolvidas para atingir e satisfazer o cliente interno.
O Endomarketing propõe uma gestão transparente, visando superar as expectativas e necessidades de seu cliente interno, agindo na prática com técnicas gerenciais para envolver, comprometer, estimular, motivar seu pessoal. Assim dessa forma, obter um ambiente organizacional ideal, agradável e conquista de melhores rendimentos em níveis gerenciais e operacionais.
Para Wilson Cerqueira: O Endomarketing melhora a comunicação, o relacionamento e estabelece uma base motivacional para o comprometimento entre as pessoas, e das pessoas com o sistema organizacional.
O Endomarketing tem como ferramentas básicas a empatia, afetividade e autoestima. Empatia: perceber as dificuldades dos subordinados; Efetividade: aproximação igualitária; Autoestima: sem atacar e nem agredir, notar o esforço e iniciativa do subordinado, incentivando o lado bom e ajudando a superar as deficiências.
É importante que cada organização esteja atenta as necessidades internas. Fazer uma pesquisa para identificar qual o problema que ocorre e depois desenvolver técnicas de Endomarketing de forma que satisfaça as necessidades dos colaboradores, premiando seus esforços e suas iniciativas com estimuladores materiais, como prêmios e benefícios.
Percebemos que a empresa quando adota as práticas de Endomarketing em sua gestão, dispõe de fatores positivos, pois ela busca incentivar os colaboradores a superar as suas deficiências transformando-as em melhorias, aumentando assim os índices de satisfação, produção, qualidade, motivação interna, baixo índice de stress, alto compromisso com a gestão, proporcionando um clima organizacional ideal.
O Endomarketing prova que as pessoas só caminham para a excelência quando percebem que a empresa respeita seus valores, investe no desenvolvimento de modelos gerenciais avançados, acredita e aposta no potencial humano (Wilson Cerqueira, 1994).

7. Apresentação da Empresa
- Razão Social: Danilo Hoffmann Propaganda.
- Nome Fantasia: Vermelha Propaganda.
- Atividade: Serviços de propaganda e marketing e assessoria de imprensa.
- A Vermelha está instalada em um amplo escritório em Rio Claro, na Rua 4, 433 – Conj. 2 e atua em toda região.
- Desde março de 2007, a Vermelha Propaganda atua no mercado publicitário com posicionamento e criatividade.
- Atualmente com seis jovens profissionais, atende principalmente o setor público e ONGs, além de empresas do mercado varejista e boutiques.
- Trabalhando principalmente na criação gráfica e digital, atende desde profissionais liberais até grandes empresas, principalmente com a produção de materiais gráficos, anúncios e web sites.
- Entre os principais clientes está a Bacia dos Rios PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí), uma das mais importantes associações em termos de preservação de rios no país.


7.1 História
A Vermelha Propaganda deu seu primeiro passo em 2005, quando Danilo Hoffmann proprietário da empresa estava cursando seu último ano na faculdade Unimep em publicidade, e verificou que o domínio vermelha.org não estava registrado.
A partir disso desenvolveu um pequeno portal em que as pessoas pudessem postar suas produções artísticas com um propósito social. O lema era "comunicando a serviço da revolução", o que não deu muito certo, pois não houve um retorno lucrativo. Então, começou a interessar-se por comunicação comunitária e resolveu tornar o vermelha.org em um site de notícias sobre esse assunto, o que também não teve bons resultados. Na época, estava morando em Piracicaba, mas logo se formou e voltou para Rio Claro, retomando o trabalho no Jornal Cidade, em que já havia atuado por dois anos anteriores. Nesse período, utilizou o domínio para se organizar e começou a publicar todos seus trabalhos acadêmicos e profissionais.
Em junho de 2006 alugou uma casa com quatro salas perto do jornal, onde continuou trabalhando e aos poucos foi estruturando a agência. Nesse período, também fazia folhetos semanais para o Supermercado Luperini, além de outros ocasionais. A partir disso, a Vermelha Propaganda foi desenvolvendo-se e passando por vários processos. No início começou todo o trabalho sozinho, mas logo contratou dois estagiários, depois de um mês, tornou-se sócio de um publicitário que tinha experiências em agências na cidade. No mês seguinte, os estagiários tomaram outros rumos e esse sócio desistiu da sociedade.
A agência passou por um processo experimental e de muita pesquisa de mercado, até que em março de 2007, a Vermelha abriu as portas. Marcado por um happy hour de inauguração que contou com a presença de amigos, clientes e parceiros, a agência iniciou-se no mercado. Danilo continuou trabalhando no Jornal Cidade e contratou mais uma estagiária, até que em junho, empregou Thais, que trabalhava no Jornal Cidade na área administrativa; para preencher os cargos de mídia e financeiro, e, de acordo com a necessidade da empresa foram realizadas novas contratações.
Em agosto de 2007, a Vermelha assinou seu primeiro contrato, com o Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, sob a presidência do prefeito de Itatiba, José Roberto Fumach. A partir daí, definitivamente entrou no mercado para ficar.
Hoje, a agência atende uma pequena parcela do mercado na região, mas com extrema qualidade e eficiência, tornando uma agência que, mesmo com pouco tempo no mercado, possui a confiança de pequenos e grandes clientes.

7.2 Identidade Visual

Por que Vermelha?
Vermelha pode representar muita coisa, mas antes de tudo é uma cor que dá energia, vitalidade, estimula o sangue e libera adrenalina, além de ser a cor que mais destaca. Sendo elemento essencial de grandes marcas e ideologias. Ela também é a cor mais quente, representa a paixão, a vida, o calor, a divindade e o oculto. Muitas vezes é a cor que avisa o perigo. É a cor da coragem, da força, da vontade, e da atração. É estimulante sexual e é antidepressiva.

Logotipo:

O logotipo é composto por uma tipografia e com um signo simples no formado de uma gota ou cerda de pincel.
A gota surgindo da esquerda para a direita no formato da cerda de um pincel representa dois elementos: o sangue e a tinta. O primeiro representa a paixão, e o segundo, a arte.
Tipografia
O fato da palavra que define o seguimento “propaganda” estar logo abaixo das letras “m-e-l-h-a” e a letra “a” estar simplificada, sendo apenas um círculo com uma barra vertical à direita, possibilita o duplo entendimento do logotipo: “vermelha” e “ver melhor”.

7.3 Serviços
- Planejamento: Oferecemos os serviços de planejamento de campanha, promocional, de marketing direto e Endomarketing, com estratégias baseadas em meta e objetivo.

- Criação: Através de conhecimentos técnicos, estéticos e semióticos adquiridos com uma boa formação acadêmica e experiência de mais dez anos no mercado, o nosso criativo pode oferecer todo tipo de produção, principalmente de material impresso e por meio digital;

- Criação de marca (nome, logotipo, conceito e slogan);

- Produção e veiculação de anúncio em jornal, revista, outdoor e outras mídias;

- Produção de material impresso como folheto, mala direta, banner, folder, etc;

- Desenvolvimento de website e cd interativo;

- Diagramação de jornais, revistas, livros e boletins impressos;

- Criação de projeto para fachada empresarial;

- Ilustração e animação.

- Mídia: Oferecemos o serviço de cotação em gráficas e mídias, garantindo o melhor negócio para nossos clientes. Além disso, terceirizamos materiais gráficos com o melhor preço do mercado estabelecido em tabela.
PLANOS:
- CONTA: Cliente paga um FEE mensal fixo;
- FIT: Cliente paga JOB a JOB;
- FAST: Voltado para o mercado de varejo, principalmente supermercados;
- ORG (LICITAÇÃO): Voltado para o terceiro setor e público, normalmente através de licitação;
- IMPRESS: Terceirização de material gráfico.

7.4 Situação atual da empresa

Missão da Vermelha:
A princípio, a ideia era trabalhar somente com o terceiro setor, por isso o nome Vermelha e o domínio de site “org”. No entanto, devido às dificuldades, essa missão foi perdida. Hoje seu trabalho está focado na projeção de futuros clientes como indústrias, varejo e comércio em Rio Claro e região.

Valores organizacionais da Vermelha:
Ética: Ter como padrão de conduta ações que busquem a verdade dos fatos, amparadas em honestidade, moralidade, coerência e probidade administrativa.
Efetividade: Atuar orientado para resultados que assegurem o cumprimento da missão e a excelência da imagem institucional.
Ócio criativo: A Vermelha Propaganda é uma agência de ócio criativo, e não de negócio (negação do ócio). O ócio criativo é quando o indivíduo consegue unir três pontos, o trabalho, no sentido de cumprimento das tarefas; o estudo, sempre buscando novos conhecimentos; e o prazer, pois amamos o que fazemos.

7.5 Problemas encontrados na empresa:

Com o acompanhamento das atividades laborais da Vermelha percebe-se que existe certa rotatividade de funcionários, isso pode ocasionar alguns desgastes, acarretar fatores negativos na organização, como por exemplo, custos com demissões e contratações, o uso do tempo com treinamentos, estranheza por parte dos clientes externos, podendo acarretar em prejuízos para a organização.

8. Proposta de um programa de Endomarketing para a agência Vermelha Propaganda

Com base nos capítulos, conceitos anteriores e verificando que um dos maiores problemas que hoje a empresa enfrenta é a alta rotatividade de funcionários propõe-se algumas estratégias e ações simples de Endomarketing já que o número de funcionários é pequeno:

- Auxilio em cursos para qualificação profissional garantindo estabilidade e reciclagem de informações;

- Informativo interno incluindo todos os setores da agência, como, por exemplo, atendimento, criação, mídia, administração com o objetivo de integrá-los; trazendo os fatos e informações mais importantes para o público interno;
Figura I: Informativo da Vermelha

- Cartazes expostos em vias de acesso com o objetivo de motivar e passar novas informações;

- Mensagens diárias motivacionais no sistema administrativo da empresa;
Figura II: Frase Motivacional no sistema da Vermelha

- Espaço ZEN – espaço agradável destinado ao momento de relaxamento e descontração para que o colaborador possa desenvolver sua criatividade;

- Quarta da pizza – happy hour destinado ao bate-papo entre todos os níveis hierárquicos da empresa, momentos de descontração que contribuirão ao desenvolvimento das atividades;

- Música - ambiente agradável acompanhado por músicas para harmonizar e incentivar o trabalho;

- Pausa a cada 1h para alongamentos;

- Espaço com jogos de xadrez, que além de distrair irá estimular o raciocínio;

- Comemorações internas: aniversário da empresa e do funcionário, comemoração das metas atingidas, marcos históricos, além de datas importantes como Natal, dia do publicitário, dia dos pais, dia das mães etc.

8.1 Resultados Esperados com a aplicação do Endomarketing

Com a prática do Endomarketing na Vermelha Propaganda o propósito é reter o “bem maior”, ou seja, os clientes internos, para que esses possam sentir-se peças fundamentais dentro da organização em que trabalham, para que estejam engajados, comprometidos e satisfeitos com a empresa, e dessa forma, poder alcançar o melhor e obter maior desempenho.
Com as práticas propostas, os colaboradores estarão sentindo a preocupação da organização com cada um, mostrarão-se motivados e produzirão muito mais, conseguirão demonstrar satisfação aos clientes externos e irão conseguir fidelizá-los.
As atividades, jogos, espaço voltado a esses colaboradores irão estimular a criatividade, principalmente na área de atuação de cada um, pois eles terão tempo para discutir entre eles em momentos de descontração, onde o foco não será o problema, mas sim a solução, a melhor maneira de resolver, ouvir a opinião dos colegas de trabalho e ter alternativas para a resolução, buscando a melhor solução para a empresa, banindo boa parte de conflitos internos.
Portanto a prática de Endomarketing na Vermelha fará com que seus colaboradores desenvolvam-se profissionalmente, acarretando em um resultado positivo para a empresa, uma vez que, funcionários satisfeitos, envolvidos e comprometidos alcançam os maiores rendimentos, diminuem o desperdício e trabalham de forma a alcançar a qualidade na execução de todas as tarefas.
Como podemos observar a empresa só terá a ganhar dispondo de alguns benefícios para os colaboradores, pois todos esses benefícios resultarão em maior produtividade, excelência na execução das tarefas, compromisso com a organização, conquista de uma equipe altamente qualificada e também de novos clientes, retenção dos colaboradores, uma imagem transparente e de referência no mercado atuante, um modelo de gestão ideal para atingir todos os objetivos organizacionais com sucesso.

9. Considerações finais

Ao observar a prática do Endomarketing na empresa Vermelha Propaganda, podemos identificar qual a sua importância, as ferramentas que são utilizadas para sua implementação, por fim, quais os pontos relevantes para estruturar-se um programa de Endomarketing.
O estudo realizado possibilitou que algumas medidas fossem tomadas, com objetivo de estreitar os laços entre organização e seus funcionários, beneficiar a retenção de funcionários, a motivação e a satisfação de seus colaboradores.
Isto representa apenas o primeiro passo para a concretização de um programa de Endomarketing. Seus resultados serão percebidos com empenho contínuo da organização, quanto aos benefícios e práticas apresentadas e dos funcionários dedicando-se a isso.
Finalmente, este trabalho teve grande importância para nossa formação como administradora, pois nos fez perceber que o sucesso profissional não é alcançado sozinho, e sim, com a colaboração e empenho de todos os envolvidos em nossa vida profissional. A prática do Endomarketing propicia um ambiente harmonioso na organização, e, trabalhadores felizes produzem mais.







Referência Bibliográfica:

Kotler, Philip. Princípios de marketing/Philip Kotler e Gary Armstrong; tradução CristinaYamagami; revisão técnica Dilson Gabriel dos Santos. --12ed—São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.
Cobra, Marcos, 1940- Administração de marketing no Brasil/ Marcos Cobra- 3.ed.- Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.
Chiavenato, Idalberto.Gestão de pessoas: e o novo papel dos recursos humanos nas organizações/ Idalberto Chiavenato. Rio de Janeiro : Elsevier, 2004 – 7º Reimpressão.
Soto, Eduardo. Comportamento organizacional: o impacto das emoções/ Eduardo Soto; tradução técnica de Jean Pierre Marras, São Paulo: pioneira Thomson Learning, 2005.
Wagner III, John A. Comportamento organizacional/ John Wagner III, John R. Hollenbeck; tradução Cid Knipel Moreira; revisão técnica Laura Zacarelli . – São Paulo: Saraiva, 2006.
Stephen P Robbins. Comportamento Organizacional, 9º edição. Pearason, 2005.
Boog, Gustavo G. (Gustavo Gruneberg), 1945- Manual de Gestão de pessoas e equipes: estratégias e tendências, volume 1.- São Paulo: Editora Gente, 2002.
BEKIN, Saul F. Conversando sobre Endomarketing. São Paulo: Makron Books, 1995.
BEKIN, Saul F. Endomarketing: Como Praticá-lo com sucesso. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2004.
Cerqueira, Wilson. Endomarketing: educação e cultura para a qualidade/ Wilson Cerqueira. - Rio de Janeiro: Qualitymark Ed. 1994.
HOFFMANN, Danilo. Apresentação da empresa, serviços, planos. Disponível em http://vermelha.org/blog/agencia.php.Acesso em 03/09/2010.
Postado as 11:39:09 no dia 05/16/11 por danilo - Categoria: General